sábado, 24 de julho de 2010

Poitiers -> Porto (14º dia) ---- FINAL/DESPEDIDA

(JO:) Não há muito para contar à cerca deste dia. Foi um record fazer 1.250 km de Poitiers ao Porto em 11h30m incluindo paragens! Não sei como é que o meu pai aguentou guiar tanto tempo seguido com tão pouco tempo de descanso. Mas penso e espero que tenha valido a pena o esforço só para ver a cara da Mãe...


Esta cara de completa surpresa é o resultado de termos aparecido num restaurante do Porto onde a Mãe estava a jantar quando ela pensava que estávamos em Bilbao! Aliás, 5 minutos antes, tínhamos estado ao telefone com ela a explicar como tinha sido a visita ao Gugenheim em Bilbao (com alguma pena minha, nunca chegamos a entrar) :)


(ZP:) Eu e a Joana decidimos voltar para casa um dia mais cedo e 'pregar uma partida' à Mãe. A razão para eu querer voltar mais rápido foi porque as férias estavam-me a começar a cansar e a aborrecer um pouco... tinha saudades de estar com a Mãe, de estar em casa no meu quarto a ver televisão e jogar no meu computador


Mas, estas férias no asfalto, para mim foram inexplicavelmente divertidas e muito culturais! Gostei muito de visitar as pequenas cidades porque eram muito diferentes. O meu momento favorito das férias foi a tarde no Lago de Annecy a pilotar o barco, a mergulhar e a nadar nas águas quentes e doces do antigo glaciar...


Esta foi a foto que eu escolhi, para colocar neste último post, como a minha foto favorita das férias:






(JO:) Não dá para escolher os momentos favoritos destas férias, visto que tudo, em conjunto, foi especial e muito divertido! Estes dias, deram-me uma grande bagagem cultural que eu espero manter e aumentar e usar da melhor maneira que puder... Definitivamente, este tipo de férias é uma experiência a repetir! 


Como já disse, não há momentos favoritos, mas alguns dos passados em brincadeira uns com os outros foram os que me ficaram na memória como mais divertidos:





(JES:) Bem, parece que chegou a altura de terminar esta aventura na estrada! Tudo termina, tudo acaba, nada é permanente... e isso é que trás um gosto especial a tudo o que fazemos, a cada minuto que vivemos!!! A vida é melhor se vivermos cada minuto assim, como se fosse o último... foi o que tentamos fazer nestas férias e, por mim, penso que conseguimos! Aqui ficam as nossas últimas impressões... destas férias no asfalto de Julho de 2010! Outras podem acontecer... ou talvez não...




Aqui fica a minha foto favorita das férias (embora falte um pequeno detalhe chamado JP). Por muitas maravilhas que se possam ver... cidades, museus, paisagens, pessoas,... só tem significado quando partilhado com as pessoas que se amam! Os melhores momentos das férias foram, para nós os três, aqueles que passamos na brincadeira, a rir, a cantar, a brincar, independentemente de estarmos em Paris, em Madrid ou perto de casa!!! O Blog, apesar do cansaço que provocava diariamente, era um momento de partilha com todos os que amamos (família e amigos) que, no fundo, dava um verdadeiro e profundo significado às nossas férias! Também o regresso apressado e aqueles primeiros segundos de reunião com a Té (ainda pasmada) após uma ausência mais longa, simbolizaram para mim o que de melhor estas férias nos deram... lembrar o verdadeiro tesouro que temos, todos os dias, connosco,... a família e os amigos!


Abraços e beijos para todos os leitores destas páginas... e até breve!

4 comentários:

  1. Bem...palavras para quê? Uma imagem vale mais que mil palavras e o meu ar pasmado ao vê-los chegar de surpresa um dia antes do previsto ficou bem registado! Meus queridos, adorei o vosso blog, a vossa partilha e sem dúvida o vosso regresso! Que esta aventura fique para sempre nas vossas memórias, na minha fica de certeza! Adoro-vos!
    Beijos.... que agora dou pessoalmente!!:)

    ResponderEliminar
  2. O JES, finaliza da melhor maneira :
    "Por muitas maravilhas que se possam ver... cidades, museus, paisagens, pessoas,... só tem significado quando partilhado com as pessoas que se amam!"

    O Blog, na falta da presença física, teve esse condão : o de nos mantermos unidos virtualmente compartilhando as vossas e "nossas" férias.

    Outra grande verdade:
    "o que de melhor estas férias nos deram... lembrar o verdadeiro tesouro que temos, todos os dias, connosco,... a família e os amigos!"

    As férias, as visitas, os passeios, tudo aquilo que se possa ver e gozar por esse mundo fora, só tem razão de ser se for compartilhado com aqueles que nos são queridos !
    Pela minha parte, para compensar essa âusência, já dei os meus abraços e os meus beijões pessoalmente !
    .

    ResponderEliminar
  3. Bem..eu estava mesmo fã do vosso blog..Mas a cara da Té, eu já imaginava, mas visto ainda tem mais piada!!:-)
    Acabei agora de ler, este ultimo posto e deixou-me com a lagrima no olhos..acho que partilharam comnosco duas semanas fantasticas, onde nos transmitem valores mágicos de familia..isso é mesmo o que importa..o resto é paisagem..(literalmente) ;-)

    ResponderEliminar
  4. Que romântico que estás Zé, tinhas razão :)
    Foi muito bom partilhar da vossa alegria nesta viagem, mas é óptimo partilhar a vossa alegria e felicidade todos os dias como vossa amiga. Muitos parabén pela iniciativa e, quem sabe, em breve temos a 2ª edição? :)

    ResponderEliminar